FAVORITAR
FecharPlease login

Primeiros Passos com WEMOS D1 R1 com ESP8266EX embutido

WEMOS

Com o crescimento de aplicações que exigem, em um único sistema, processamento, memória e conectividade Wifi, a placa WeMos D1 foi desenvolvida para aplicações em campo, com baixo consumo de energia, e em ambientes desfavoráveis, onde pode haver riscos para ação humana ou a acessibilidade é restrita. Isto tudo com as mesmas características e peculiaridades do Arduino Uno, porém, com algumas vantagens. Mostrarei não só as vantagens, mas alguns empecilhos de seu uso. Existem no mercado outras variantes e placas mais potentes deste mesmo fabricante, o que pode ser conferido no site oficial.

Xing Ling e não Resolve!? Que Nada!

Usei bastante o Arduino Uno como sistema de segurança para Automação Programável. Então apostei para ver se teria problemas com seu uso em campo, como em caixas de proteção contra chuva e ambientes nada favoráveis e de difícil acesso, e atendendo o maior requisito: não falhar!

Aplicações como estação meteorológica, que envolve sistemas baseados em tomadas de decisões, como acionamento de relés, medições de valores críticos e envio de dados via Wi-Fi (detalhe, em tempo real) para servidores na nuvem.

Percebi que realmente, até em ventania, chuvas intensas e dentro de caixas vedadas, a potência do microcontrolador ESP8266EX deixa meu roteador no quesito sinal bem aquém. A grande desvantagem da placa é possuir somente 1 único pino analógico (grande desvantagem na leitura de vários sensores que exigem pinos analógicos e não digitais). Mas isto pode ser contornado, em parte, usando circuito multiplexador (potenciômetro, por exemplo) para alternar as leituras. Muito usado em eletrônica esta técnica.

No dia 25 de Junho de 2024, ocorrerá o “Seminário de Sistemas Embarcados e IoT 2024“, no Holiday Inn Anhembi — Parque Anhembi, São Paulo–SP.

Garanta seu ingresso

Plataforma de desenvolvimento de aplicação e Upload do sketch

ARDUINO IDE: Como esta placa já está disponível no gerenciador de placas da IDE do Arduino, a maneira simples e fácil de começar é a mesma para quem usa Arduino e similares. Existem muitos outros ambientes de programação mais robustos, mas como ponto de partida e, com a praticidade e agilidade da IDE do Arduino, podemos obter resultados práticos e de forma simples.

O que devo fazer na IDE Arduino?

O primeiro passo é, na própria IDE, clonar a URL da placa WeMos para que ela seja reconhecida pelo gerenciador de placas. Este procedimento é realizado com um pacote JSON (não é necessário saber a linguagem, servindo apenas para clonar na IDE Arduino via URL). Vale dizer que é necessário para todas as versões, mesmo que a nova IDE já possua na aba do gerenciador de placas a escolha da WeMos D1 R1. Por que? Como todos sabem, algumas bibliotecas não oficiais acabam gerando conflito de hardware e software, e muitas das reclamações que vemos sobre o Sketch ou placa não subir o código não é nada físico, mas o mau hábito de baixar bibliotecas incompletas ou de fontes não confiáveis. Outro ponto, este pacote JSON não suporta somente esta placa, mas várias, o que aumenta mais ainda a velocidade e praticidade para receber e gerenciar estas placas na IDE.

Segue abaixo o procedimento:

1) URL da placa da comunidade ESP:

https://arduino.esp8266.com/versions/2.4.2/package_esp8266com_index.json

(Isso vale para qualquer placa do ESP e são muitas! A vantagem é evitar baixar muitos aplicativos que o iniciante ainda não sabe).

2) Na IDE Arduino, ir em “Preferências” >> Configurações >> Clonar URL JSON Fornecida acima >> De “Ok”.

3) Encerre a IDE do Arduino e vá em “Gerenciador de Placas” >>” esp8266” >> ”Instalar Pacote”. A imagem abaixo demonstra os passos. Já tenho instalado este pacote. Mas se não tiverem na sua IDE, a opção “Instalar” e “Versão” serão exibidas. Escolha a última versão estável e clique em “instalar”. Pronto! Sua IDE reconhecerá a placa e estará pronta para começar.

4) Para encontrar a placa Wemos, reinicie a IDE e siga conforme a imagem abaixo. Terminado! Vamos começar a programar!

5) Veja as configurações que podem ser usadas na placa. Bastante recursos que podem ser configurados via IDE.

Aguarde o próximo artigo, onde mostraremos uma aplicação com webserver, mostrando o acionamento de um relê via HTML.

Saiba mais

Programando o ESP8266 em C no Eclipse

Conectando o ESP8266 no Bluemix IoT

Gravando o ESP8266-01 na IDE Arduino

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Comentários:
Notificações
Notificar
2 Comentários
recentes
antigos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Oswald
Oswald
21/01/2021 13:20

obrigado. excelente ! nao vejo hora de testar ela

Home » Arduino » Primeiros Passos com WEMOS D1 R1 com ESP8266EX embutido

EM DESTAQUE

WEBINARS

LEIA TAMBÉM

JUNTE-SE HOJE À COMUNIDADE EMBARCADOS

Talvez você goste: